22 de junho de 2015

Caverna do Jabuti o primeiro monumento natural tombado de Mato Grosso


A Caverna do Jabuti, localizada no município de Curvelândia, (311 km à oeste de Cuiabá), é um Patrimônio Histórico e Artístico Estadual, considerado como um monumento paisagístico desde o dia 31 de março de 2014.
Ao adentrar na caverna encontra-se um enorme salão de três metros de altura, que dá acesso aos demais espaços, como outros salões, salas, fendas e um poço, que formam um verdadeiro labirinto, proporcionando um passeio impressionante. A caverna tem quatro quilômetros de extensão e é a maior caverna conhecida de Mato Grosso.
Na Caverna do Jabuti há uma grande diversidade de espeleotemas, formações rochosas provocadas pela sedimentação e cristalização de minerais dissolvidos na água. Tetos e paredes rochosas de várias cores, variando do calcário branco mais puro ao marrom ferruginoso. Também nas paredes há uma rica morfologia formada de flores de aragonita, vários tipos de cristais e estromatólitos (rochas fósseis). “É uma exuberância que possibilita ficar horas ali dentro contemplando a beleza da natureza”.
Alguns salões já receberam nome, Como o Salão da Taça, o Salão do Pão de Açúcar, Salão da Cocada, Salão Nossa Casa, Salão Cortinado, Salão das Colunas, Salão Buracão, Salão Vaca Seca, Salão Templo da Expansão do Universo, Salão Repolho e Salão Altar do Sacrifício.
A caverna está localizada na Serra do Padre Inácio e mais cinco cavernas já foram identificadas em seu entorno, a da Figueira, do Lobo, do Abismo dos Jabutis, Três Buracos e Passagem de Urubu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário