21 de outubro de 2019

O Burro e o Demônio.Leiam. Interessante.

Havia um burro amarrado a uma árvore, ai veio o demônio e o soltou.

O burro entrou na horta dos camponeses vizinhos e começou a comer tudo.

A mulher do camponês dono da horta, quando viu aquilo, pegou o rifle e disparou.

O dono do burro ouviu o disparo, saiu, viu o burro morto, ficou enraivecido, também pegou seu rifle e atirou contra a mulher do camponês.

Ao voltar para casa, o camponês encontrou a mulher morta e matou o dono do burro.

Os filhos do dono do burro, ao ver o pai morto, queimaram a fazenda do camponês.

O camponês, em represália, os matou.

Aí perguntaram ao demônio o que ele havia feito e ele respondeu:
– “Não fiz nada, só soltei o burro”.

Conclusão, Se vc quiser destruir um país, Solte o Burro

QUANDO UM ANALFABETO CONSEGUE MANIPULAR MAGISTRADOS É SINAL DE QUE O PAÍS VIROU UM CURRAL...OS JUMENTOS TOMARAM O PODER!


Repassem  o quanto vc puder.

16 de outubro de 2019

Infarto

*Infarto*

Pausar por 2 minutos e ler isto:

*1.* Digamos que é 19h25 ​​e você está indo para casa (sozinho, é claro) depois de um dia estranhamente difícil no trabalho.
*2.* Você está realmente cansado, chateado e frustrado.
*3.* De repente, você começa a experimentar dor severa em seu peito que começa a arrastrar para dentro de seu braço e até dentro de sua mandíbula. Você está cerca de cinco km apenas do hospital mais próximo de onde você está.
*4.* Infelizmente você não sabe se conseguirá chegar tão longe.
*5.* Você foi treinado em RCP ( REANIMAÇÃO CÁRDIO PULMONAR ), mas o cara que ensinou o curso não lhe disse como executá-lo em si mesmo.
*6.* COMO SOBREVIVER A UM ATAQUE CORAÇÃO QUANDO SOZINHO? Uma vez que muitas pessoas estão sozinhas quando sofrem um ataque cardíaco sem ajuda, a pessoa cujo coração está batendo indevidamente e quem começa a se sentir fraca, tem apenas cerca de 10 segundos antes de perder a consciência.
*7.* No entanto, essas vítimas podem se ajudar tossindo de forma repetida e muito vigorosa. Uma respiração profunda deve ser tomada antes de cada tosse e a tosse deve ser profunda e prolongada, como quando produzem escarro no fundo do tórax. Uma respiração e uma tosse devem ser repetidas a cada dois segundos sem parar, até que a ajuda chegue, ou até o coração se sentir batendo normalmente novamente.
*8.* As respirações profundas recebem oxigênio nos pulmões e os movimentos de tosse espreitam o coração e mantêm o sangue circulante. A pressão sobre o coração também ajuda a recuperar o ritmo normal. Desta forma, vítimas de ataque cardíaco podem chegar ao hospital.
*9.* Digam a tantas outras pessoas quanto possível sobre isso. Poderá salvar suas vidas !!
*10.* Um cardiologista diz que se todos os que recebem este correio e enviá-lo gentilmente para 10 pessoas, você pode apostar que economizaremos pelo menos uma vida.
*11.* Ao invés de enviar piadas, por favor ... contribua enviando esse e-mail que pode salvar a vida de uma pessoa.
*12.* Se esta mensagem vier para você ... mais de uma vez ... por favor, não fique irritado ... Você deve, em vez disso, ficar feliz por ter muitos amigos que se preocupam com você e continua lembrando como lidar com um ataque cardíaco.

Mantenha seu dedo na mensagem e depois pressione ↗ (encaminhar), escolhendo então, as pessoas de seu contato que receberão esta valiosa dica.

14 de outubro de 2019

Visita técnica sobre cultivo de banana da terra reúne 350 produtores no centro de pesquisa da Empaer

Durante o evento foram apresentados 13 genótipos de banana da terra promissores para o plantio no Estado.

Rosana Persona | Empaer | MT 

Produtores participam da visita técnica conhecendo os genótipos no bananal - Foto por: Pesquisadores | Empaer

A | A

Mais de 350 pessoas, entre produtores rurais, técnicos agropecuários, estudantes e pesquisadores participaram da visita técnica sobre o cultivo da bananeira tipo Terra, no Centro Regional de Pesquisa e Transferência de Tecnologia da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), no município de Cáceres (225 km a Oeste de Cuiabá). Foram apresentados 13 genótipos de banana da terra, trabalho de pesquisa em parceria com a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária).

O produtor rural Elcio Duran Lima cultiva 25 hectares de banana da terra da variedade “Farta Velhaco”, no município de Mirassol D’Oeste. Ele participou da visita e conta que buscou informações sobre o cultivo adensado com os pesquisadores da Empaer  para implantar em sua propriedade, onde utiliza o sistema de plantio irrigado. Dessa maneira, produz banana de setembro a março, ou seja, durante sete meses, sendo colhidas em torno de 400 toneladas neste período.

João de Melo | Empaer

 Os resultados de pesquisas e tecnologias são apresentados para os produtores rurais.

Com experiência de cinco anos no cultivo, Elcio possui 50 mil pés de banana plantados. Ele fala que a frutífera é muito exigente no consumo de água, utilizando em torno de 20 litros por dia. A intenção do produtor é ampliar a área cultivada e aumentar o peso dos cachos, que chega até oito quilos. “Resolvemos produzir banana no período da entressafra, e o mercado consumidor é muito exigente com relação ao produto, querem banana madura. Toda produção é comercializada na grande Cuiabá e municípios vizinhos”, esclarece.

Na Estância Duran, localizada na Comunidade Padre Inácio, Lima cultiva também 15 hectares de tomate, 20 hectares de batata doce e possui criação de bovinos. Ele pretende reduzir a área de tomate e ampliar o cultivo de banana da terra. A fruta é rentável e estão vendendo nos mercados por R$3,50 o quilo, e a caixa de 25 quilos por R$ 65,00.

O produtor rural Allan Simões Nunes, do município de Rosário Oeste, possui uma área de 40 hectares onde cria bovinos de corte. No Sítio Recanto dos Pássaros, ele trabalha com a sua mãe, Fátima Simões dos Santos, no confinamento de bovinos. Allan participou da visita técnica para conhecer o plantio no Centro de Pesquisa e tirar as dúvidas sobre espaçamento, manejo e outros. Como uma segunda alternativa de renda para a propriedade, já reservou 7,5 hectares para o plantio de banana da terra. “Primeiro preciso drenar a área para começar o plantio da banana”, explica.

Durante o evento, o empresário Edilson Antônio de Oliveira, proprietário de uma distribuidora de banana que atende Cuiabá e Várzea Grande, contou que nos meses de agosto a dezembro compra mil caixas de banana da terra por semana, de vários Estados do Brasil. Oliveira incentivou os produtores a cultivar a fruta, que tem mercado. “Comercializo o produto há 10 anos, e posso afirmar que o produtor pode plantar banana da terra que venderá tudo”, salienta.

João de Melo | Empaer

O pesquisador Humberto fala da Rede Nacional de Avalaição de Plátanos e genótipos promissores.

O presidente da Empaer, Renaldo Loffi, falou que o objetivo do Centro é apresentar resultados de pesquisas e tecnologias voltadas para os produtores rurais. E destacou as parcerias, em especial com a Embrapa, no cultivo de 13 genótipos de banana promissores para o Estado de Mato Grosso. “O nosso trabalho é levar ao produtor rural conhecimento e tecnologia para diversificar e melhorar a sua produção, promovendo o desenvolvimento sustentável da propriedade rural”, comenta.

Seis Estações

Durante a visita, os participantes percorreram seis estações. Na primeira estação, o engenheiro agrônomo Elias Salomão destacou o controle biológico de baixo custo das pragas e doenças da bananeira com o uso de tecnologia Multibacter. Na segunda, o pesquisador da Empaer, Humberto Marcílio, mostrou o trabalho de pesquisa da Rede Nacional de Avaliação de Plátanos e os genótipos promissores para o Estado. A pesquisadora da Empaer, Danielle Muller, na terceira estação, mostrou o cultivo adensado da bananeira “Farta Velhaco”.

Lara Jordani | Empaer

A banana da terra tem mercado consumidor no Estado.

O controle biológico da broca da bananeira foi o tema da quarta estação, com o pesquisador da Empaer, Elder Cassimiro da Silva. Os pesquisadores da Empaer, Welington Procópio e Ciro Cercino dos Santos, abordaram o controle da Sigatoka Negra na quinta estação. Na última estação, os engenheiros agrônomos da Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (Seaf), Luciano Gomes e Leonardo Silva Ribeiro, mostraram o mercado de banana da terra em Mato Grosso.

Participaram do evento, o secretário adjunto da Seaf, Carlos Alberto Simões de Arruda, a diretora de Ater da Empaer, Selma Rodrigues de Morais, o chefe adjunto de transferência de tecnologia da Embrapa, Flávio Jesus Wruck, pesquisadores, produtores rurais e outros.

Festival de Artes busca resgatar Centro Histórico com fotografia, poesia, performances e mais

Redação Olhar Direto

Um festival de artes e cultura acontece no Centro Histórico de Cuiabá, em comemoração e alusão aos 300 anos da capital. ‘Festival Trezentos – É com Mandioca’ tem entrada gratuita, e será realizado de 16 a 19 de outubro (quarta a sábado), das 17h às 22h.

O projeto foi idealizado pelo fotógrafo José Medeiros. “A ideia é levar a arte onde o povo está: na rua. Ensinar a enxergar o que as vezes passa despercebido, com arte de rua, performances simultâneas e improviso”, destaca. Além disso, o encontro deve gerar oportunidades e valorizar a identidade regional, e consolidar como uma atração anual para atender uma demanda crescente de mercado sustentável, alternativo e autoral.

José Medeiros já participou de festivais realizados nos centros históricos do país, o que o despertou para a oferta destes eventos, tendo como referência os festivais de Cinema de Gramado, RS, Literário e Fotográfico de Paraty, RJ, e Gastronomia e Fotografia de Tiradentes, MG. “Mato Grosso pode estar nesse calendário, desenvolvendo o turismo aliado a diversos segmentos culturais. Esse é o eixo condutor do projeto; ser uma referência coletiva no Brasil Central”, complementa.

Durante o Festival 300, o fotógrafo realiza a intervenção “Amazônia” e “Povo Nosso De Cada Dia” – está última, em conjunto com a fotógrafa Mari Gemma de La Cruz e o Grupo de Teatro Cena Livre.

O festival conta, ainda, com a produção fotográfica da terra para além das galerias, em projeções, performances e intervenções urbanas; Feira de Gastronomia, Artesanato, Sustentabilidade e moda; poesia de rua, música autoral e apresentações de dança e teatro individuais e coletivas; oficinas e roda de conversa que propõem espaços de formação e trocas sobre a arte de fotografar.

Estarão presentes os poetas Slam do Capim Xeroso, os atores André D’Lucca e Ivan Belém – este último, com performance em homenagem a Liu Arruda –, os músicos Amauri Lobo, Caio Mattoso, André Balbino, Hend Santana e o duo Allan House e Mississipi Jr, além da tradicional banda de lambadão Styllus Pop Som agita com um show de encerramento.

O “Festival Trezentos” é realizado em parceria com moradores e associações da Praça da Mandioca e tem patrocínio da Prefeitura de Cuiabá, através do Edital do Fundo Municipal de Apoio e Estímulo à Cultura 2019, da Secretária Municipal de Cultura Esporte e Turismo e do Conselho Municipal de Cultura.

O projeto também tem apoio da Maratona Fotográfica, Rolê Fotográfico, Fotos MT, Projeto Verde Novo, Grupo de Teatro Cena Livre, Projeto Verde Novo, Sesc MT e Senac.

Confira a programação completa:

Dia 16 - Quarta-feira17h| Abertura – Exposições Fotográficas
17h30| Apresentação Conhecendo o Artesão
18h30| Apresentação Gastronômica com Professor Chef Morais Junior que produzirá menu degustação com produtos quilombolas de Mata Cavalo
19h30| Bate papo comemorativo ao Dia Mundial da Alimentação com Rodrigo Carvalho – Alimentação Adequada e Saudável para a promoção da Saúde
20h| Performance Amazônia por José Medeiros e Grupo Internacional Circense
20h30| Bate papo com fotógrafos profissionais e Amadores, Maratona Fotográfica, SENAC, Rolê Fotográfico e FotosMT

Dia 17 – Quinta-feira17h30| Apresentação Conhecendo o Artesão
18h30| Palco Livre
19h| Performance Literaturas de Cuia – Memórias Barrentas de Barros por Vinicius dos Santos
19h30| Performance O POVO NOSSO DE CADA DIA com José Medeiros, Mari Gemma de La Cruz e Grupo Teatro Cena Livre
20h| Show Violada com André Balbino
21h| Show Blues Allan House & Mississipi Jr
22h| Show Performance Caio Mattoso

Dia 18 - Sexta-feira17h30| Apresentação Conhecendo o Artesão
18h30| Intervenção surpresa
19h| Oficina Cuiabá CorposSonoros com Vinicius dos Santos
19h30| Slam Capim Xeroso
20h30| Performance Ivan Belém 20 anos sem Liu Arruda
21h| Show Performance Hend Santana

Dia 19 – Sábado17h30| Apresentação Conhecendo o Artesão
17h30 | Oficinas diversas
18h| Contação de Histórias A LENDA DA MANDI
18h30| Show musical com Amauri Lobo
19h30| Performance Vende-se Poetas
20h| Pocket show André D’Lucca
20h40| Show Performance surpresa
21h00| Encerramento com o     retorno  da   Banda ícone   do Lambadão Matogrossense Styllus Pop Som

PREFEITURA DE ALTO GARÇAS REALIZARÁ REUNIÃO TÉCNICA DE FORTALECIMENTO DAS INSTÂNCIAS DE GOVERNANÇA REGIONAIS DE TURISMO


Autor: Nair Gonçalves

Fonte: Assessoria de Imprensa Municipal



CONVITE

A prefeitura munic. De Alto Garças-MT, através da sec. municipal de esportes, lazer, cult.  Turismo – Cleber Rezende de Novais, juntamente com o presidente regional da Região Turística do Domo de Araguainha – Nelsoney Costa Marques, vêm por meio deste, convidar Vossa Senhoria para participar de um evento de turismo – reunião técnica de fortalecimento das Instâncias de Governança Regionais de Turismo. O evento acontecerá no dia 16/10/2019, na Av. 7 de Setembro, Praça Central, no Centro de Convivência” JOVINA JESUS DOURADO”, no município de Alto Garças – MT.

 

PROGRAMAÇÃO

HORÁRIO:  08h00 as 12h00 – iniciando por solenidade de abertura com execução do Hino Nacional. Participação de representantes da Secretaria Estadual de Turismo de Mato Grosso, representantes dos municípios: Alto Araguaia, Alto Garças, Alto Taquari, Araguainha, Guiratinga, Ponte Branca, Tesouro e Torixoreu. Contaremos com palestras e discussões sobre o desenvolvimento e fomentação do turismo regional.

Assim sendo, reiteramos nossos préstimos de elevada estima e distinta consideração. Desde já, nos colocamos á inteira disposição para quaisquer esclarecimentos, nos contatos: (66)99955-8083 / (65) 99913-4823.

Agradecemos a presença de todos.