30 de março de 2020

Geraldo Donizeti Lúcio - Escrevendo afirma: Eu me sinto um TURISMÓLOGO, ou BACHAREL DE TURISMO.

Geraldo Donizeti Lúcio ministrando palestra sobre:Turismo e Economia Solidária em Barão do Melgaço em 2019


Bem vou justificar aqui esta minha afirmação, defender minha tese sobre o que estou falando e afirmando, porque eu  me sinto um  TURISMÓLOGO, ou BACHAREL DE TURISMO. (detalhe: Sou sim autodidático em Turismo- leigo porém empoderado e apropriado dos conhecimentos sobre o tema, sei lá como me definir) não fiz o curso de graduação de turismo em uma faculdade - sala de aula, o que sei foi na faculdade do Estado de Mato Grosso, do Brasil e do Mundo do Turismo. 

A bem da verdade como diz o meu amigo Ednei Bueno da Rede Traf do Paraná sou Técnico em Agropecuária, com formação também em Economia, e aí sim fiz especialização em Gestão Pública com ênfase em Turismo Rural, e especialização em Recursos Hídricos com ênfase em Turismo Rural, participei de muitos cursos de qualificação e capacitação , vários eventos segmentados, realizei, apoiei e participei de eventos (sempre em equipe de trabalho é claro), escrevi também um livro com o título: Turismo no Meio Rural de Mato Grosso. 

Sou funcionário público da EMPAER – Empresa Matogrossense de Pesquisa Assistencia Técnia e Extensão Rural concursado em 1983 com posse em 1984 e migrei para a Sedur – Secretaria de Estado de Desenvolvimento do Turismo, (atualmente uma Secretaria Adjunta de Turismo , na Secretaria de Desenvolvimento Econômico) em 1999 através de um termo de cessão . 

Modéstia à parte (Risos), posso afirmar que hoje tenho muito conhecimento sobre turismo, mas nem sempre foi assim, pois na SEDTUR pude aprender muito com a Leila, Anomalia, Simone, Elizethe, prof. Lacerda e com outros amigos, dentro e fora do TRADE Turístico de Mato Grosso e no Brasil e até em algumas oportunidades pelo exterior (Graças à Deus) 

Nossa vida é assim!  Um grande aprendizado! Vivemos aprendendo ! O aprendizado é uma saudável extensão da vida,   para aqueles que se permitem serem ensinados !

Hoje posso ensinar, um pouco do que eu aprendi, mas ainda tenho espaço para aprender. 

Ainda me cabe o aprendizado e muitos novos conhecimentos, meu pai o saudoso Senhor Ercílio Lúcio , “vulgo Seo Cilas balaeiro” de Santa Rosa de Viterbo, meu pai sempre me falava, “meu filho, conhecimento é sempre bem vindo, porque não completa totalmente o espaço de sua mente”, portanto aprenda sempre, dizia meu querido pai que era um exímio contador de histórias e estórias (causos). 

Ele me ensinou a aprender e socializar, dividir os conhecimentos, isto na medida do possível tenho feito, no meu dia – a -dia, na vida profissional, neste blog no meu livro , presencialmente ou on-line, como agora. 

FINALISANDO: 
Isto posto, creio que apesar de não ser um TURISMÓLOGO ou BACHAREL EM TURISMO, tenho contribuído e quero continuar contribuindo com o processo do desenvolvimento do turismo no Estado de Mato Grosso, quiçá no Brasil e outros países de oportunizado e demandado para isto, APRENDENDO SEMPRE ! 

Eu estava num momento de reflexão escrevendo este texto  sobre a vida e os conhecimentos e resolvi e, passar num grupo de amigos, (Célula Resgate ) e conversando com os colegas  via zap no grupo com  a minha amiga e irmã turismóloga Adriana Rossi, ex. colega de trabalho na SEADTUR disse a ela: “gostei do que escrevi acho que vou até postar isto, risos !! “. Daí ela respondeu posta sim ficou legal ! 


CONCLUSÃO: 
E digo mais ..... "Texto postado"  .  

E aí gostaram ?

Nenhum comentário:

Postar um comentário